Legislativo
Paraibano está entre os beneficiados no ‘orçamento paralelo’ de Bolsonaro
10/05/2021 11:52
Suetoni Souto Maior
Wellington Roberto indicou R$ 80 milhões em investimentos do governo federal. Foto: Divulgação

O deputado federal paraibano Wellington Roberto (PL) parece entre os parlamentares contemplados com o orçamento paralelo criado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para ganhar a “fidelidade” do Centrão. O caso foi exposto pelo jornal O Estado de São Paulo no fim de semana e mostra gasto de R$ 3 bilhões do Planalto com as indicações de parlamentares. O caso guarda semelhanças com o escândalo dos “Anões do Orçamento”, exposto na década de 1990.

De acordo com o levantamento publicado pelo Estadão, Wellington Roberto indicou gastos de R$ 80 milhões no orçamento informal e sem transparência. Isso sem contar as emendas no orçamento formal, a que todos os parlamentares têm acesso de forma igualitária. O montante indicado pelo paraibano, no entanto, está longe do topo do ranking. O ex-presidente do Senado, David Alcolumbre (DEM-AP), teve R$ 277 milhões em emendas.

A matéria do Estadão diz ainda que a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) foi transformada pelo governo Bolsonaro numa “estatal do Centrão”. A área de cobertura da empresa passou a incluir 36,59% do território nacional. As emendas são destinadas principalmente para a compra de máquinas e tratores e, em algumas delas, a suspeita é de superfaturamento superior a 200%.

“Por decisão de Bolsonaro, a Codevasf também atende agora o Amapá, reduto do senador Davi Alcolumbre (DEM); o Rio Grande do Norte, base do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho (sem partido), e a Paraíba, do deputado Wellington Roberto, líder do PL na Câmara”, diz o texto do Estadão.

Pelo esquema, para entrar no rol das emendas normais, os parlamentares mandam ofícios direto para os ministérios indicando onde e como querem que o dinheiro seja investido. Neste caso, o montante de emendas é inflado para beneficiar políticos específicos.

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave