Judiciário
Operação da PF apura suposta fraude na compra de medicamentos na prefeitura de Coremas entre 2017 e 2022
26/03/2024 07:45
Suetoni Souto Maior
Foram cumpridos ao todo cinco mandados de busca e apreensão na prefeitura e na casa de suspeitos em Coremas. Foto: Divulgação/DPF

A Polícia Federal, com apoio da Controladoria-Geral da União, deflagrou na manhã desta terça-feira (26/03) a Operação Galeno. A ação tem como objetivo combater os crimes de fraude em licitação, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro no município de Coremas/PB.

As investigações apontam indícios de que licitações realizadas pelo ente municipal para fornecimento de medicamentos entre os anos de 2017 e 2022, foram direcionadas para favorecer uma empresa vinculada aos investigados, totalizando pagamentos que alcançaram R$ 1.133.771,87, sendo que boa parte destes recursos foi advinda do Fundo Nacional de Saúde (FNS).

Foram expedidos cinco mandados de busca e apreensão pela 8ª Vara Federal de Sousa/PB, os quais foram cumpridos nos municípios de Coremas e João Pessoa, ambos no estado da Paraíba. Os nomes dos alvos não foram revelados pela corporação.

O nome da operação, Galeno, faz referência a Cláudio Galeno, um proeminente médico e filósofo romano de origem grega que viveu na cidade de Pérgamo entre 129 d.C e 216 d.C, sendo considerado o “Pai da Farmácia”.

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave