Judiciário
Operação Calvário: TCE demite auditor acusado pelo Gaeco de receber propina de R$ 200 mil
22/10/2021 15:36
Suetoni Souto Maior
Fernando Catão assinou a demissão do profissional. Foto: Divulgação/TCE

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE) aplicou pena de demissão contra o auditor Richard Euler Dantas de Souza. Ele é acusado pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba, de ter cobrado propinas da Cruz Vermelha Brasileira (CVB) para atrapalhar as investigações do órgão de controle. Sousa era chefe da autoria entre 2012 e 2014, quando teria cobrado e recebido vantagens da organização social que administrava o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena.

A demissão foi publicada no Diário Oficial do TCE. O documento é assinado pelo presidente da corte, Fernando Catão. De acordo com o Gaeco, Euler teria cobrado vantagens financeiras da Cruz Vermelha Brasileira para fazer vista grossa nas auditorias. Os diálogos entre Richard e o superintendente da CVB, Ricardo Elias Restum, foram gravados e revelam tratativas sobre o pagamento de R$ 200 mil a título de propina. Os pagamentos feitos ao auditor Richard Euler teriam acontecido, principalmente, através de alugueis de imóveis pertencentes a ele, que ficavam fechados.

Um vídeo, que faz parte do processo da Operação Calvário, mostra o que seria um encontro entre o auditor do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Richard Euler Dantas de Souza, e o ex-superintendente da Cruz Vermelha, Ricardo Elias Antônio, ambos denunciados pelo Ministério Público. No encontro os dois, segundo o Ministério Público, tratariam do pagamento ao auditor para “arrefecer” as fiscalizações em contratos da Saúde do Estado.

O vídeo foi gravado em 2014, com o auxílio de uma câmera escondida. Ricardo Elias e Richard Euler, juntamente com o ex-governador Ricardo Coutinho; a ex-secretária de Administração do Estado, Livânia Farias; o ex-procurador geral do Estado, Gilberto Carneiro; o ex-secretário de Saúde, Waldson de Souza; e o empresário Daniel Gomes são alvos de mais uma denúncia apresentada pelo Gaeco à Justiça e divulgada nesta terça-feira (10).

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave