Judiciário
“Ninguém fechará esta Corte. Nós a manteremos de pé”, diz presidente do STF ao comentar ataques de Bolsonaro
08/09/2021 15:10
Suetoni Souto Maior
Luiz Fux fez discurso duro em defesa da democracia após atos do 7 de Setembro. Foto: Reprodução

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, fez duras críticas à postura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), nesta quarta-feira (8). Durante a abertura dos trabalhos, ele repudiou as ameaças a membros da Suprema Corte feitas pelo gestor durante as manifestações convocadas por apoiadores. Os alvos principais dos ataques foram os ministros Alexandre de Moraes e Luiz Roberto Barroso, respectivamente, o futuro e o atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Sem citar nomes, Fux disse no discurso que as maiores preocupações do brasileiro têm sido o desemprego, a inflação e a crise hídrica. Ele citou que o impacto negativo destes problemas para o desenvolvimento econômico. O reflexo das manifestações com ameaças às instituições democráticas foi visto nesta quarta-feira (8), com uma queda de quase 3% na Bolsa de Valores (Bovespa) e a forte valorização do dólar frente ao Real. O dólar subia 2,22%, e atingiu a marca de R$ 5,2910.

O presidente do Supremo Tribunal Federal apontou também para crime de responsabilidade, que poderá resultar em processo de impeachment no Congresso Nacional. O próprio presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), deixou claro que poderá dar provimento aos processos. Vários partidos, inclusive, iniciaram movimentação para a discussão de apoio ao impedimento do mandato do presidente. O principal beneficiário de um eventual impeachment, Hamilton Mourão (PRTB), no entanto, disse não ver clima para o impeachment.

Fux criticou ainda a postura do presidente de fazer uso do que ele chamou de desordem e caos para colocar na mesa das instituições as discordâncias com os outros poderes. As críticas aos movimentos golpistas foram feitas, também, pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, até pouco considerado um aliado de primeira grandeza do presidente. Ele disse que a voz das instituições também é a voz da liberdade. “O devido processo é a liberdade em seu sentido maior”.

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave