Executivo
Médico grava vídeo com pedido de desculpas à ex-mulher e atribui agressões a “momento de desespero”
11/09/2023 20:14
Suetoni Souto Maior
João Paulo Casado grava vídeo com pedido de desculpas. Foto: Reprodução

O médico João Paulo Casado divulgou um vídeo na noite desta segunda-feira (11) no qual ele se diz arrependido pelas agressões cometidas contra a ex-mulher, Rafaella Souza de Lima. O fato teria ocorrido em abril do ano passado, mas se tornaram públicas apenas neste domingo (10). O caso foi denunciado à polícia em agosto e a Delegacia da Mulher pediu a prisão do médico.

Leia também

. Consequências: flagrado em vídeo com agressão à ex-mulher, médico perde empregos e é investigado por polícia, Bombeiros e CRM

. Culpa da vítima? Médico quebra silêncio sobre agressões à ex-mulher, insinua extorsão e ameaça ao filho

. Secretária da Mulher defende prisão de médico e vai oferecer assistência psicológica à vítima das agressões

. Prefeitura afasta médico flagrado em episódios de agressões covardes a mulher

No vídeo, bastante abalado, o médico relata que estava passando por momento de forte estresse na época das agressões e atribuiu o estado psicológico a supostos maus tratos da ex-mulher o filho do primeiro casamento dele. Alega que, de forma impensada, acabou por agredi-la.

“Já havia pedido (desculpas) pessoalmente a Rafaella, mas quero pedir perdão de público não só a ela mas a todas as mulheres que se sentiram atingidas por aquela cena. Nada justifica minha atitude. Foi um momento de desespero. O fato de eu ser pai e ter me abalado com o sofrimento do meu filho não me permitiam ter agido daquela forma”.

Sobre o pedido de prisão preventiva requerido pela delegada da mulher, o advogado Aécio Farias disse ser desnecessário pelo fato de o médico não apresentar qualquer risco à sociedade ou à própria Rafaella.

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave