Executivo
Lula corteja Alckmin, Bolsonaro quer um evangélico e o Cabo Daciolo tenta convencer Felipe Neto a ser seu vice
05/12/2021 10:24
Suetoni Souto Maior
Felipe Neto tem recebido convites para se tornar vice na chapa do Cabo Daciolo. Foto: Reprodução/Instagram

Não parece uma conta muito fácil de ser feita, mas o Cabo Daciolo, do Avante, quer ter Felipe Neto como vice para a disputa da Presidência da República no ano que vem. O influenciador foi escolhido pela revista norte-americana Time como um dos cem nomes mais influentes do mundo. Isso, de acordo com o colunista Lauro Jardim, de O Globo, parece ter cativado o político evangélico, que busca, com quase nenhum sucesso, fazer o contraponto ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

O movimento dos potenciais pré-candidatos, visando as eleições presidenciais do ano que vem, tem sido pródigo na busca de opções para vice. O ex-presidente Lula (PT) tem cortejado o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que está de saída do PSDB. Jair Bolsonaro deu um cartão vermelho para o atual vice-presidente, o general Hamilton Mourão (PRTB) e faz movimentos em direção ao público evangélico, seu principal ativo para a disputa.

Todos os casos estritamente dentro da previsibilidade. O Cabo Daciolo, no entanto, faz movimento em busca de um apoio completamente improvável. Felipe Neto tem recebido recados passados por aliados do político um dia sim e outro também, mas tem ignorado a possibilidade. O youtuber tem usado suas redes sociais para a manifestação de pensamento progressista, tendo principalmente o presidente como alvo. No espectro ideológico, ele estaria mais perto de Lula.

Felipe Neto tem 14,4 milhões de seguidores no Twitter e também no Instagram, além de 43 milhões de inscritos no seu canal no Youtube.

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave