Executivo
Documentos do TCE mostram que Wallber cobrou demissões de servidores da capital antes de denunciar desligamentos
07/12/2021 13:42
Suetoni Souto Maior
Wallber Virgolino é autor de denúncia no Tribunal de Contas contra as contratações. Foto: Divulgação/ALPB

Primeiro você cobra o desligamento de servidores comissionados e prestadores de serviço. Depois você denuncia a efetivação do que você cobrou meses atrás. Este é o resumo do que ocorreu em relação às denúncias feitas pelo deputado estadual Wallber Virgolino (Patriota) em relação à demissão de servidores do município de João Pessoa. O parlamentar ocupou espaços na mídia nesta semana para denunciar o que chamou de falta de sensibilidade do prefeito Cícero Lucena (PP) pela exoneração de 3 mil servidores, número alegado pelo parlamentar.

O tema ganhou destaque nas redes sociais, portais de notícia e rádios da capital. O parlamentar, na denúncia, mostrou a agonia de profissionais com os desligamentos feitos no fim de ano. O problema, no entanto, é a fonte da denúncia. Documentos a que o blog teve acesso mostram que o próprio deputado protocolou denúncia no Tribunal de Contas do Estado (TCE) cobrando providências contra o prefeito por causa de suposta contratação em excesso de servidores. A denúncia foi apresentada no dia 4 de junho deste ano e foi transformada em procedimento investigatório três dias depois pela corte. O objetivo alegado era o enxugamento da máquina.

No Ofício 99/2001, Wallber pede a “rigorosa apuração acerca das excessivas contratações de prestadores de serviços e nomeação de cargos em comissão pela atual gestão municipal, em detrimento dos cargos efetivos, o que revela indícios de utilização da máquina pública para benefícios políticos, com os chamados ‘cabides de emprego’”. E prossegue: “…diante da relevância da matéria e do interesse público, apresento a presente solicitação a este órgão constitucional, na expectativa de que sejam adotadas providências com brevidade”. Ao que parece, após conseguir seu objetivo de promover a demissão de servidores, Wallber resolveu “fingir” que nada tinha com as demissões.

A denúncia do parlamentar acabou contribuindo para a efetivação de acordo firmado pela Prefeitura de João Pessoa durante o governo do ex-prefeito Luciano Cataxo (PV). O ex-gestor assinou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público da Paraíba (MPPB) estabelecendo a progressiva redução do número de comissionados na administração pública. A política e os políticos, vale ressaltar, não deixam de causar surpresas.

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave