Judiciário
Caso Anielle: sentença do Júri deve ser lida na noite desta segunda-feira
06/02/2023 14:19
Suetoni Souto Maior
Tribunal de Justiça entendeu que valor arbitrado no primeiro grau, a título de indenização, era o adequado. Foto: Divulgação/TJPB

O Júri Popular do réu José Alex da Silva, acusado de matar Anielle Suelen Teixeira de Farias, 11 anos, teve início na manhã desta segunda-feira (6) e está sendo presidido pela juíza Andréa Carla Mendes Nunes Galdino, no Fórum Criminal da Comarca de João Pessoa. A previsão é que a sentença seja lida pela magistrada ainda nesta segunda, segundo informações do Cartório do 1º Tribunal Júri da Capital, onde o processo criminal tramita em segredo se Justiça.

Além do interrogatório do réu e dos debates entre o promotor de justiça e os advogados de defesa, durante a sessão de julgamento também serão ouvidas cinco testemunhas arroladas pelo Ministério Público. Apesar de confirmar a autoria do assassinato, José Alex da Silva nega ter estuprado Anielle Teixeira.

Conforme informações da Polícia Civil, Anielle Teixeira desapareceu no dia 5 de setembro de 2021 e seu corpo foi encontrado três dias depois, em uma área de mata, no Bairro de Miramar. O corpo já estava com sinais de decomposição e vestindo apenas uma blusa, o que levou a Polícia Civil e a perícia a acreditarem que a criança foi morta logo após a saída da praia, no mesmo local em que o corpo foi encontrado.

Ainda conforme as investigações policiais, ela sumiu na madrugada de um domingo, depois de sair da praia do Cabo Branco, de bicicleta e acompanhada de um homem. Imagens de circuitos de segurança da localidade mostram um homem conversando com a criança. Depois disso, a menina não foi mais vista. 

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave