Judiciário
Após defender invasão do Supremo, Sérgio Reis é alvo de operação da Polícia Federal
20/08/2021 08:19
Suetoni Souto Maior
Sérgio Reis disse nesta semana que não tem medo de prisão. Foto: Divulgação

O cantor Sérgio Reis e o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) são alvos, nesta sexta-feira (20), de mandados de busca e apreensão cumpridos pela Polícia Federal. Os atos foram determinados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e ocorrem poucos dias depois de o artista incitar a realização de movimento para invadir a Suprema Corte. A ação investiga incitação a atos violentos e ameaçadores contra a democracia.

Ao todo, 29 mandados foram autorizados pelo ministro Alexandre de Moraes e atendem a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Agentes da Polícia Federal (PF) foram ao menos a quatro endereços no Rio e em Brasília ligados ao cantor e ao deputado.

“O objetivo das medidas é apurar o eventual cometimento do crime de incitar a população, através das redes sociais, a praticar atos violentos e ameaçadores contra a Democracia, o Estado de Direito e suas Instituições, bem como contra os membros dos Poderes”, afirmou a PF, em nota.

No Rio, equipes estiveram no Anil e na Barra da Tijuca, na Zona Oeste. Em Brasília, agentes estiveram na casa e no gabinete do deputado. Otoni foi denunciado pela PGR ao STF em julho de 2020 pelos supostos crimes de difamação, injúria e coação em vídeos com ataques e ofensas a Alexandre de Moraes. No mês seguinte, a Justiça de São Paulo determinou a exclusão das postagens.

Berrante
Vídeos e áudios com declarações de Sérgio Reis ganharam o noticiário no fim de semana passado. As declarações iam do estímulo a atos pacíficos e estímulo a invasão para “arrancar” os ministros do Supremo. A justificativa era de que os magistrados estariam prejudicando o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), aliado do cantor e ex-deputado federal. A repercussão do caso fez com que o artista se dissesse arrependido e pedisse desculpas. Tarde demais.

Nesta semana, em entrevista à imprensa, o ex-deputado disse que tem perdido shows e comerciais por causa da repercussão negativa das declarações dadas por ele. Disse ainda que não tem medo de ser preso porque não é mulher e que prisão é para homem.

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave