Judiciário
Após crítica de Pacheco, Barroso tenta novamente explicar fala sobre derrota do bolsonarismo
13/07/2023 19:11
Suetoni Souto Maior
Luís Roberto Barroso divulgou nova nota sobre declarações feitas em evento da UNE. Foto: Divulgação/TSE

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), voltou a se pronunciar, na tarde desta quinta-feira (13), sobre frase inadequada dita por ele no 59° Congresso da UNE (União Nacional dos Estudantes), nesta quarta (12). A nova explicação aconteceu após pronunciamento do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que condenou o posicionamento do magistrado. Em sua fala no evento, Barroso disse que “nós derrotamos o bolsonarismo”. O episódio deu discurso aos aliados do ex-presidente, que usaram as redes sociais para apontar suposta parcialidade do magistrado.

“Jamais pretendi ofender os 58 milhões de eleitores do ex-presidente (Jair Bolsonaro) nem criticar uma visão de mundo conservadora e democrática, que é perfeitamente legítima. Tenho o maior respeito por todos os eleitores e por todos os políticos democratas, sejam eles conservadores, liberais ou progressistas”, disse Barroso. Ele alega que, na verdade, teria usado a expressão para se referir “ao extremismo golpista e violento que se manifestou no 8 de janeiro e que corresponde a uma minoria”. O magistrado vai assumir o comando do Supremo neste semestre.

Barroso foi um dos ministros mais perseguidos pelo bolsonarismo quando o ex-presidente estava no poder. Ele comandou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) antes do atual presidente da Corte, Alexandre de Moraes, e foi atacado de forma inadequada em várias oportunidades por Bolsonaro e por apoiadores do ex-presidente. Em vários episódios, aliados do presidente defenderam o impeachment dos ministros por posições contrárias ao governo. Todos os casos foram ignorados pelo presidente do Senado, que, nesta quinta, se pronunciou sobre o assunto.

“A presença do ministro em um evento de natureza política, a fala de natureza política é algo que reputo infeliz, inadequada, inoportuna”, afirmou Pacheco.

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave