Executivo
Damião e Lígia vão a Lula e encurtam a caminho para uma aliança com o petista. Ciro vai para o segundo plano
03/02/2022 07:55
Suetoni Souto Maior
Damião Feliciano e Lígia vão a Lula e fazem o caminho de outros pedetistas que buscam apoio do petista. Foto: Reprodução/Instagram

Envolto em especulações sobre filiação ao PT, o deputado federal Damião Feliciano (PDT) teve reunião em São Paulo, nesta quarta-feira (2), com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Com ele, estava a vice-governadora Lígia Feliciano, também do PDT, e virtual candidata a governadora da Paraíba. Lígia, inclusive, tem assumido tom crítico ao governador João Azevêdo (Cidadania) e nutre o desejo de estar no palanque de Lula na Paraíba, durante a campanha eleitoral para a Presidência. A articulação é cheia de altos e baixos, mas petistas e pedetistas acreditam em um acordo.

O movimento de Lígia e Damião segue a linha do que vem ocorrendo no país inteiro. No Maranhão, o senador Weverton Rocha não quer ver Ciro Gomes nem por uma lupa. Lá, apesar de aliado do governador Flávio Dino (PCdoB), ele atua como dissidente e trabalha para ter Lula no palanque. A situação maranhense é estranhíssima, porque até o vice-governador, apoiado por Dino, Carlos Brandão, quer oferecer palanque ao petista, mesmo sendo filiado ao PSDB do governador de São Paulo, João Dória, também pré-candidato à Presidência.

Assim como na Paraíba e no Maranhão, o quadro no PDT é de alinhamento com Lula no Rio de Janeiro, Ceará, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Amazonas e Tocantins. A situação tem feito com que dirigentes regionais do partido insistam na retirada da pré-candidatura de Ciro, lançada recentemente pelo partido. O pedetista é, entre os candidatos, o mais crítico ao ex-presidente Lula e isso tem gerado constrangimento entre petistas e pedetistas interessados no apoio do ex-presidente para as eleições de outubro deste ano.

“Uma boa conversa com o nosso presidente @lulaoficial sobre as mudanças no Brasil e na PB com @ligiafelicianopb @dr.damiao e os companheiros Renato Feliciano e @marciomacedopt. Uma nova Paraíba é possível e necessária.”, publicou o presidente do PT da Paraíba, Jackson Macedo, logo após o encontro. Além de Jackson, Lígia e Damião, estiveram presentes o filho do casal, Renato Feliciano, e Márcio Macedo. Ao blog, Macedo disse que há mais convergências que diferenças entre Lígia e Lula. Apesar das especulações, Damião deve ficar no PDT, explica o dirigente petista.

O PT tem dito, na Paraíba, que o candidato do partido ao governo é Luciano Cartaxo, ex-prefeito de João Pessoa. As articulações recentes, no entanto, dão a entender que o projeto é Lígia. Tudo isso ficará mais claro a partir do lançamento da candidatura de Lula, previsto para meados de março. Até lá, segundo Jackson, ele pretende se reunir novamente com Lígia. A conferir.

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave