Covid-19
Covid-19: 95 prefeituras paraibanas se habilitam para compra de vacinas
05/04/2021 07:18
Suetoni Souto Maior
Chegada de novas vacinas permitiu à prefeitura ampliar o programa de vacinação. Foto: Divulgação/Secom-JP

O número só cresce. Preocupados com o ritmo lento da aquisição de vacinas pelo governo federal, 95 prefeitos paraibanos se habilitaram para a compra de imunizantes. Eles aderiram ao consórcio da Frente Nacional de Prefeitos, batizando de Consórcio Público. Em todo o Brasil, foram 1.820 municípios inseridos na tentativa de aquisição das doses. Isso no momento em que o país assiste à morte de 331,5 mil pessoas, vítimas da pandemia.

Na Paraíba, o “carro” é puxado por João Pessoa e Campina Grande. A Frente Nacional de Prefeitos congrega as maiores cidades do país, porém, em relação à aquisição dos imunizantes, abriu espaço para que municípios com menos de 180 habitantes fossem habilitados. Isso foi o suficiente para que cidades como Coremas e Ingá se habilitassem. As duas cidades tiveram prefeitos mortos pela Covid-19, com Chaguinha e Manoel da Lenha, respectivamente.

Só na Paraíba, a pandemia pôs um ponto final na vida de 5.906 pessoas. A lotação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) está em 82% na Região Metropolitana de João Pessoa, 67% em Campina Grande e 87% no Sertão. O novo decreto assinado pelo governador João Azevêdo (Cidadania) e que deve ser seguido pelos prefeitos a partir desta segunda-feira (5) é menos restritivo. Houve flexibilização no funcionamento de bares, restaurantes e também nas igrejas.

Todas as cidades que aderiram ao programa que pretende fazer a aquisição dos imunizantes tiveram que aprovar leis nas Câmaras Municipais.

Veja aqui a lista completa das cidades

Palavras Chave