Judiciário
Tribunal de Justiça decide que condenados não podem ficar presos em cadeias públicas
15/12/2021 17:13
Suetoni Souto Maior
Tribunal de Justiça não opina sobre posse na Câmara. Foto: Divulgação/TJPB

A Quarta Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba manteve a decisão de 1º Grau que determinou a transferência dos presos em regime fechado que se encontravam na cadeia pública de Uiraúna para unidade prisional adequada. “A reclusão na cela de delegacia dos presos condenados em regime fechado desrespeita o artigo 87 da Lei de Execução Penal, já que o cumprimento da pena deve ser realizado numa penitenciária”, afirmou o relator do processo, o desembargador Oswaldo Trigueiro do Valle Filho.

De acordo com os autos, o Ministério Público constatou que se encontrava na cadeia pública de Uiraúna sete presos em regime fechado, tendo sido observado que, no momento da inspeção, havia apenas um agente penitenciário de plantão e um sargento da Polícia Militar. Segundo o MPPB, o prédio não tem guaritas de segurança, a porta de acesso ao Pavilhão I apresenta uma grande rachadura, além do sistema de câmeras de segurança operar com problemas.

O relator do processo observou que a cadeia pública é destinada apenas aos presos provisórios, não sendo adequado para o cumprimento da pena definitiva. “A ausência de vagas nas casas penitenciárias e a precariedade em que essas encontram-se não é justificativa para a permanência indevida dos presos em cadeia pública sem a segurança necessária e diante da falta de estrutura física e quantitativo de agentes penitenciários”, pontuou o desembargador-relator. Ainda cabe recurso.

Com informações do TJPB

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni