Executivo
Título de ‘Doutor Honoris Causa’ para Marcelo Queiroga gera polêmica na UFPB
30/08/2021 08:21
Suetoni Souto Maior
Marcelo Queiroga é ministro da Saúde e presidente da sociedade brasileira de cardiologia. Foto: Reprodução/Facebook

O reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Valdiney Veloso, enviou mensagem para os membros do Conselho Universitário (Consuni) da instituição nos últimos dias. Ele pediu apoio para que seja aprovado um título de “Doutor Honoris Causa” para o ministro Marcelo Queiroga (Saúde). A preocupação tem motivo de ser: desde que o tema entrou em pauta, professores vêm se mobilizando para rejeitar a honraria. Eles apontam omissões do auxiliar do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em questões como ausência de estímulo ao uso de máscara e o não enfrentamento às recomendações de uso de medicamentos não eficazes para tratar a Covid-19.

“Gostaríamos de contar com o apoio dos colegas para essa aprovação. Em princípio, não deveríamos ter problema para aprovar em razão do destaque do Dr Queiroga, mas é possível que um ou outro entenda como sendo uma ação política, podendo tentar vetar o título. Contamos com a compreensão e colaboração de vocês”, disse Veloso no comunicado, depois de citar o currículo do ministro, que inclui a presidência da Sociedade Brasileira de Cardiologia. Ele cita também o fato de o médico ter sido formado pela Universidade Federal da Paraíba e ocupar lugar de destaque na área médica atualmente.

Os membros do Consuni que se mostram contrários à honraria apontam falhas na conduta do ministro. Eles alegam que Marcelo Queiroga poderia ter tido postura mais firme frente ao estímulo pelo governo federal ao consumo de medicamentos ineficazes para o tratamento da Covid-19 durante a pandemia. Também não assumiu postura forte para a defesa do uso de máscaras de proteção facial. Mais recentemente, prometeu desobrigar o uso dos equipamentos mesmo com o crescimento dos casos da variante Delta da Covid-19, que é mais contagiosa. Citam também omissões na distribuição das doses de vacina e dos testes de Covid, que demoram a chegar aos Estados.

A proposta de concessão do título de Doutor Honoris Causa é do professor Eduardo Sérgio Soares Sousa e foi direcionada à chefia do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia (CCM/UFPB). Caberá ao Consuni decidir sobre a concessão ou não da honraria. O tema deve ser discutido na pauta desta segunda-feira (31).

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave