Executivo
Prefeitura melhora proposta inicial e oferece reajuste de 31,5% para os professores de João Pessoa
27/01/2022 18:18
Suetoni Souto Maior
Proposta foi apresentada no momento em que o presidente promete elevar o piso da educação. Foto: Fábio Pozzebom/ABr

A Prefeitura de João Pessoa apresentou ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município (Sintem), nesta quinta-feira (27), uma proposta de reajuste de 31,5%. O montante inclui 15% implantado sobre os vencimentos e 16,5% na forma de abono. Agora, tem um detalhe a ser observado. No caso dos professores da ativa, o abono será pago integralmente a partir de janeiro, e, a partir de fevereiro, mês a mês, será subtraído 1,5% do abono e incorporado ao salário. Isso fará com que ao final dos 12 meses, o montante de 31,5% seja incorporado aos salários dos professores.

Para os docentes aposentados, a proposta da Prefeitura de João Pessoa é de 15% de reajuste em janeiro e a cada mês, a partir de fevereiro, será acrescido 1,5%, chegando ao mesmo índice daqueles docentes que estão na ativa em dezembro, quando também haverá a incorporação integral à pensão. Já aos demais trabalhadores da Educação, foi oferecido um reajuste de 10% nos vencimentos. A proposta inicial para a categoria era de 15% de reajuste para os professores e de 10% para as demais categorias da Educação. A oferta inicial já previa a revisão dos valores quando saísse a definição sobre o piso nacional.

A proposta deverá ser analisada pelo sindicato da categoria nesta sexta-feira (27). Caberá a ela dizer se acata ou não.

A proposta foi apresentada no mesmo dia em que o presidente Jair Bolsonaro anunciou, pelo Twitter, reajuste de 33,24% no piso salarial dos professores da educação básica. “É com satisfação que anunciamos para os professores da educação básica um reajuste de 33,24% do piso salarial. Esse é o maior aumento já concedido pelo governo federal , desde o surgimento da Lei do Piso”, afirmou.  Em 2022, o valor será corrigido e o piso da categoria será de R$ 3.845,63.

O aumento leva em consideração o valor, por aluno, pela variação da inflação nos últimos dois anos, conforme prevê a Lei do Magistério. Segundo o presidente, mais de 1,7 milhão de professores de estados e municípios, que lecionam para mais de 38 milhões de alunos nas escolas públicas, serão beneficiados.

Confira a nota:

COMUNICADO AO SINTEM

Prezados,
Em um gesto de valorização e reconhecimento com todos os trabalhadores da Educação, estamos oferecendo aumento para todas as categorias da Rede de Ensino Municipal.
Para os docentes e especialistas, a PMJP está oferecendo 31,5% (trinta e um vírgula cinco por cento) de aumento. Este percentual corresponde a 15% sobre os vencimentos e 16,5% em forma de abono. A cada mês o percentual de 1,5% será incorporado aos vencimentos somando 31,5 em dezembro de 2022. Para os servidores aposentados a proposta é de 15% de reajuste em janeiro e a cada mês será acrescido mais 1,5%, chegando ao mesmo percentual dos docentes da ativa em dezembro de 2022. Os servidores desse grupo que estejam na ativa terão também um reconhecimento através de abono. De janeiro até o mês de novembro de 2022, sendo 16,5%, no mês de janeiro, 15% no mês de fevereiro, 13,5% no mês de março, 12% no mês de abril, 10,5% no mês de maio, 9% no mês de junho, 7,5% no mês de julho, 6% no mês de agosto, 4,5% no mês de setembro, 3% no mês de outubro e 1,5% no mês de novembro correspondentes ao valor dos vencimentos do mês de dezembro de 2021 de cada servidor.
Para os demais servidores da Educação serão concedidos 10% (dez por cento) de aumento.
Fica demonstrado neste gesto a disposição do Executivo Municipal de dialogar de maneira respeitosa e responsável com os representantes sindicais da categoria docente, atendendo, de maneira viável, suas demandas.

João Pessoa, 27 de janeiro de 2022.

Diego Tavares
Secretário de Articulação Política

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni