Executivo
Prefeito de Pitimbu é o quarto na Paraíba a morrer vítima da Covid-19
31/03/2021 20:45
Suetoni Souto Maior
Jorge do Povão sentiu-se mal no fim de semana e foi internado no Hospital de Trauma, onde foi intubado. Foto: Reprodução/Facebook

O prefeito Jorge Luiz (PDT), o Jorge do Povão, de Pitimbu, é o quarto gestor municipal a morrer, na Paraíba, vítima da Covid-19 desde o início da pandemia. O gestor tinha apenas 43 anos e estava internado desde o último domingo (29). Antes dele, morreram Chaguinha, de Coremas; Zenóbio Toscano, de Guarabira, e Manoel da Lenha, de Ingá. O mandatário do município do Litoral Sul foi internado depois de passar mal. Ele sentiu falta de ar e foi intubado logo após dar entrada no hospital, em João Pessoa.

A Prefeitura informou que ele vinha se recuperando em casa, respeitando o isolamento social, mas procurou o hospital ao sentir-se mal. Ele estava internado no Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena. Com a morte do titular, o cargo deve ser assumido pela vice-prefeita, Professora Adelma. Jorge foi eleito em 15 de novembro de 2020 com 54,59% dos votos válidos para o seu primeiro mandato como prefeito. Em todo o Brasil, já são mais de 30 gestores mortos.

O falecimento do prefeito ocorre no dia em que o número de mortes na Paraíba bateu novo recorde. Foram 73 nas últimas 24 horas. O número total de mortos desde o início da pandemia é de 5.744. A ocupação nos leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) preocupa. Ela é de 82% em todo o Estado. Na Região Metropolitana de João Pessoa, a ocupação é de 86%. Em Campina Grande, a lotação é de 82%, e no Sertão, de 89%.

Em relação aos prefeitos, o presidente da Federação dos Municípios da Paraíba (Famup), George Coelho, disse que a proximidade dos gestores da população tem sido a principal causa das contaminações. “O povo está na porta dos prefeitos. Eles, por isso, integram a linha de frente e muita gente, por isso, tem adoecido. Em relação aos prefeitos que são médicos, eles têm a vantagem de ter se vacinado. Os outros estão vulneráveis. Peço a todos que tomem cuidado”, disse.

Palavras Chave