Executivo
“Mijoias”: investigada no escândalo das joias, Michelle Bolsonaro erra ao ironizar apuração da PF
27/08/2023 11:30
Suetoni Souto Maior
Michelle Bolsonaro é trabalhada como ativo do PL para 2026. Foto: Rovena Rosa/ABr

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro (PL) ganhou holofotes, neste sábado (27), ao ironizar as investigação da Polícia Federal a respeito da tentativa e venda de joias recebidas pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) quando ele estava no exercício do mandato. Durante evento do PL Mulher no Recife, em Pernambuco, ela disse que fará uma “limonada docinha” desse limão e que lançará linha de produtos próprios chamada “Mijoias”. Michelle é uma das investigadas por suposta participação no esquema, com acusações de que teria recebido dinheiro em espécie.

Cotada dentro do PL como provável candidata à Presidência em 2026, a ex-primeira-dama traz, para si, toda a carga negativa do que poderá vir como derivação da investigação. O apelido, inclusive, ela já tratou de criar. “Mas vocês pediram tanto, vocês falaram tanto de joias, que em breve teremos lançamento Mijoias para vocês”, anunciou. “Mas sabe o que aconteceu? Vou fazer limonada docinha desse limão. Vou. E vou falar para vocês: quem me colocou aqui vai me fortalecer, que é Deus”, completou Michelle Bolsonaro diante de apoiadoras na capital pernambucana.

Em conversas interceptadas pela Polícia Federal entre o ex-ajudante de ordens da Presidência da República, tenente-coronel Mauro Cid, e outros ex-assessores de Bolsonaro, Michelle é citada no contexto de um presente que teria “sumido”. “O que já foi, já foi. Mas se esse aqui (kit ouro rosé) tiver ainda, a gente vê certinho pra não dar problema. Porque já sumiu um que foi com a Dona Michelle; então, pra não ter problema…”, disse Marcelo Câmara, ex-assessor de Bolsonaro, a Mauro Cid. A ex-primeira-dama também é citada por ter esquecido uma caixa com joias durante viagem oficial a Londres.

A ironia de Michelle Bolsonaro passa longe da postura que deveria ser adotada por ela neste momento, quando desponta com potencial eleitoral. Apesar de parecer engraçadinha, a fala tem, hoje, apelo apenas junto ao eleitorado mais fiel ao bolsonarismo, mas afasta quem não se insere neste rol. As consequências disso veremos mais à frente.

Veja o vídeo publicado da fala

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave