Legislativo
Ex-mulher de Pazuello procura CPI e se oferece para depor
27/06/2021 12:30
Suetoni Souto Maior
Eduardo Pazuello está no olho do furação em relação à compra da Covaxin. Foto: Alan Santos/PR

A ex-mulher de Eduardo Pazuello procurou a CPI da Covid, no Senado, se oferecendo para depor, revela o colunista do jornal O Globo, Lauro Jardim. Andréa Barbosa enviou um e-mail elencando os pontos que poderia abordar num depoimento sobre atos que têm o ex-marido como protagonista. Nas redes sociais, ela tem militância contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a quem, com muita frequência, trata como “Bozo”. A partir do que foi relatado na mensagem, a CPI está avaliando se vai chamá-la.

Andrea Barbosa tem postura crítica em relação ao governo. Foto: Reprodução/Twitter

Entre os senadores, a informação é a de que a decisão final sobre ouvi-la ocorrerá depois de uma conversa pessoal entre o senador Omar Aziz e Andréa, que mora em Manaus. A expectativa é que outros parlamentares sejam ouvidos também. O portal Diário do Centro do Mundo traz os relatos de várias postagens feitas por ela nas redes sociais com conteúdo contrário ao governo. O perfil foi convertido por ela para restrito nos últimos dias. Os senadores ainda não disseram qual foi o conteúdo prévio anunciado por ela.

A informação surge depois do depoimento bombástico dos irmãos Miranda, na última sexta-feira (25), quando eles apontaram suposto superfaturamento na compra da vacina Covaxin. O deputado Luiz Miranda (DEM-DF) contou aos senadores que ouviu do próprio Bolsonaro a informação de que o deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara dos Deputados, teria envolvimento com o suposto esquema. Pazuello era ministro da Saúde na época da compra da vacina.

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave