Executivo
Divididos, PT, PCdoB e PV dependerão da federação nacional para decidir entre Veneziano e João Azevêdo
20/04/2022 12:34
Suetoni Souto Maior
João Azevêdo e Veneziano disputam apoio de Lula na Paraíba. Foto: Reprodução

Nada está definido em relação aos apoios de PT, PCdoB e PV para as eleições deste ano, na Paraíba. As três siglas, que acabaram de formar uma federação nacional, poderão apoiar a pré-candidatura ao governo do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB), ao governador João Azevêdo (PSB) ou aos dois. A palavra final vai caber à federação nacional, que deverá aprovar as resoluções estaduais ou dirimir eventuais conflitos paroquiais. O quesito dirimir conflitos deve ser a máxima para a definição na Paraíba. Afinal, as siglas não se entendem em relação aos apoios.

A divisão é maior no PT. A direção estadual formalizou o apoio às pré-candidaturas de Veneziano, para o governo, e Ricardo Coutinho (PT), para o Senado. Só que uma parte significativa da sigla defende o apoio a João Azevêdo. A definição disso vai acontecer no dia 28 de maio, quando haverá o encontro de tática eleitoral do partido. O evento servirá para definir a posição final da sigla no Estado, mas não significará a posição final. A resolução dos partidos federados, na Paraíba, ainda dependerá do referendo nacional.

O que se sabe em relação ao Estado é que tanto PV quanto PCdoB fecharam questão em relação ao apoio a João Azevêdo, uma posição frontalmente contrária ao decidido previamente pelos petistas. O fato de o governador ter trocado o Cidadania pelo PSB serviu para quebrar a resistência a ele entre as lideranças da base aliada. A sigla socialista, vale lembrar, é o partido do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que foi indicado para vice na chapa que deverá ser encabeçada pelo ex-presidente Lula (PT). A confusão está apenas no início.

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni