Executivo
Dinho condena violência contra mulher e elogia secretária de Saúde por afastar médico do Trauminha
11/09/2023 08:59
Suetoni Souto Maior
Dinho diz que cultura da violência precisa ser combativa. Foto: Divulgação

O presidente da Câmara de João Pessoa, Dinho Dowsley (Avante), elogiou nesta segunda-feira (11) a decisão da secretária de Saúde da Capital, Janeine Lucena, de afastar do cargo o médico do Trauminha de Mangabeira, João Paulo Casado. Ele aparece em vídeos divulgados no fim de semana agredindo covardemente uma mulher. O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil, que adotou medida protetivas em favor da vítima.

Ao tomar conhecimento do caso, a secretária determinou o afastamento do profissional, que tem cargo de Diretor-técnico na unidade hospitalar. As imagens mostram Casado dando socos e tapas na mulher em um elevador, na frente de uma criança, e, posteriormente, em um carro, na entrada do prédio. As imagens estão em poder da delegada Paula Monalisa, responsável pela investigação do caso.

Dinho diz que o caso precisa ser repudiado por toda a sociedade e combatido com muita ênfase pelos órgãos que compõem o poder público. “Nosso mandato tem se colocado firmemente em defesa da mulher. Uma lei de minha autoria está em vigor, justamente para o combate à violência que, em muitos casos, acaba em feminicídio. Não podemos tolerar isso de forma alguma. Por isso, parabenizo a secretária Janine Lucena”, disse.

Servidor também do Corpo de Bombeiros, Casado virou alvo de investigação interna no órgão pelo mesmo motivo. Em nota, a corporação promete apurar o caso. “O Comando do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba, ao tomar conhecimento através das redes sociais, dos fatos envolvendo um militar da Corporação, informa que será aberto procedimento apuratório para investigar a conduta do bombeiro militar”, diz a nota.

Quer receber todas as notícias do blog através do WhatsApp? Clique no link abaixo e cadastre-se: https://abre.ai/suetoni

Palavras Chave